Negócios – Como fazer um plano de negócio

Negócios – Como fazer um plano de negócio

Um plano de negócio é a pedra angular de qualquer empresa de sucesso, independentemente do tamanho, nicho ou da indústria.

Publicidade




Este guia fornece as principais informações sobre como escrever um plano de negócios para organizações em qualquer estágio, além de oferecer conselhos importantes sobre os principais erros e acertos.

Nesta página, você encontrará um guia para escrever um plano de negócio e um e para identificar que tipo de plano de negócios você deve escrever.

Além disso, encontre informações sobre como um plano de negócios pode ajudar na estruturação do seu empreendimento e alguns casos de sucesso para se inspirar. Boa leitura!

O que é um Plano de Negócio?

Um plano de negócio é um documento que comunica os objetivos e ambições de uma empresa, juntamente com a linha do tempo, finanças e métodos necessários para atingi-los.

Além disso, ele pode incluir uma declaração de missão e detalhes sobre os produtos ou serviços específicos oferecidos. Um plano de negócios pode destacar períodos de tempo variados, dependendo do estágio da sua empresa e dos seus objetivos.

  • Dito isto, um plano de negócios típico inclui os seguintes tópicos:
  • Descrição do negócio, nicho e produtos oferecidos;
  • Plano de marketing e comunicação;
  • Metas de vendas e prazos para cada mês;
  • Finanças mensais para os dois primeiros anos;
  • Demonstrações de lucros e perdas para os primeiros três a cinco anos;
  • Projeções de balanços para os primeiros três a cinco anos;
Publicidade




Startups, empresários e pequenas empresas criam planos de negócios para serem usados como guia à medida que sua nova empresa avança.

Organizações maiores também podem criar (e atualizar) um plano de negócio para manter os objetivos, finanças e cronogramas de alto nível sob controle.

Embora você certamente precise ter um esboço formalizado das metas e finanças da sua empresa, criar um plano de negócio também pode ajudá-lo a determinar a viabilidade de uma empresa, sua lucratividade (incluindo quando ela terá lucro pela primeira vez), e quanto dinheiro você precisará dos investidores.

Por sua vez, um plano de negócios também tem valor funcional: O delineamento de objetivos não só ajuda a manter você responsável em um cronograma, mas também pode atrair investidores em si mesmo e, portanto, agir como uma estratégia eficaz para o crescimento.


Principais erros de empreendedores iniciantes

Não entender o mercado competitivo

Todos têm um concorrente. Todo mundo. Mesmo se você acha que encontrou o nicho perfeito e não há ninguém por perto para desafiá-lo, você provavelmente está errado.

Definitivamente há concorrentes em sua área que podem começar a tomar seu tráfego e sua clientela se você não tiver cuidado.

Afinal, em todos os momentos, lembre-se de que você não está sozinho.  Portanto, analise o mercado e descubra com quais empresas você está lidando, depois planeje e aja de acordo.

Gastar a mais do que o orçamento permite

Como novo empresário, o dinheiro provavelmente será uma preocupação tremenda.

A maioria dos empreendedores mal têm dinheiro para gastar, e aqueles que têm, muitas vezes, podem entrar na mentalidade de “você tem que gastar dinheiro para ganhar dinheiro”, o que é igualmente destrutivo se não for controlado.

Em vez disso, busque um equilíbrio nesta situação. Leve em conta suas despesas e finanças e aprenda a gastar o suficiente, mas não em demasia.

Decisões de contratação com base no custo

Quando os fundos são apertados, é tentador contratar o mais barato.

Entretanto, o problema com isso é que, no final, você acabará pagando bem mais caro.

Afinal, funcionários e consultores baratos são baratos por uma razão.

Eles podem ser pouco qualificados, inexperientes ou não confiáveis.

Portanto, não pague mais do que seus funcionários valem, mas saiba que você terá que pagar um pouco mais por alguém que sabe o que está fazendo (e certifique-se de fazer sua devida diligência para ter certeza de que você está pagando taxas competitivas).

Lembre-se:

Os funcionários são a espinha dorsal de qualquer empreendimento. Contrate de acordo com os resultados que você busca.

História de sucesso de empreendedores para se inspirar Luciano Hang

Luciano Hang é um empresário proprietário e cofundador da Havan, conhecida como uma das maiores redes de lojas de departamentos do Brasil.

Filho de operários que costumavam trabalhar na indústria têxtil, Luciano estava acostumado com esse setor desde criança. Aos 17 anos, o empresário resolveu fazer um curso de Tecnologia de Processamento de Dados, e, ao observar a busca de turistas por roupas em Santa Catarina, começou os seus primeiros passos rumo à construção da Havan.

Luiza Trajano

Outro grande exemplo de empreendedorismo é a Luiza Trajano, sócia direta do Magazine Luiza, a empreendedora foi uma das pioneiras em vendas pela internet no Brasil e começou a trabalhar desde cedo.

Aos 12 anos, ela passava as férias escolares tomando conta do balcão da loja de sua família.

No entanto, ela trabalhou na rede de varejo aos 18 anos. A partir disso, caminhou por toda a empresa até chegar ao comando. Gostou das nossas dicas sobre plano de negócio, empreendedorismo e história de sucesso?

Você está aqui:

Utilizamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso site. Ao continuar a navegar, você confirma que aceita estes termos.