Como montar uma loja virtual para vender artesanato – Veja aqui as dicas

Como montar uma loja virtual para vender artesanato – Veja aqui as dicas

Vender artesanato é uma atividade que vem ganhando força a cada dia no Brasil. Cada vez mais, as pessoas estão procurando por produtos feitos à mão de qualidade superior para a decoração de seus lares e presentes para os amigos e familiares.

Publicidade




O comércio eletrônico se mostra como a melhor ferramenta para alavancar o negócio de quem produz artesanato.

Criar uma loja virtual para vender artesanato pode ajudar o trabalhador autônomo ou o empresário a expandir suas vendas e mostrar os seus produtos para um público ainda maior.

Depender dos mercados locais e feiras esporádicas, além de pouco rentáveis, limita a capacidade de negociação e visibilidade. Neste artigo, exploraremos como criar uma loja virtual para vender artesanato.

Vantagens de vender artesanato na loja virtual

O assunto cobrirá tópicos essenciais, como escolher a plataforma certa, escolher e cadastrar os produtos, elaborar a estratégia de divulgação, definir preços e muito mais.

Com essas dicas, esperamos ajudar os produtores artesanais a ter sucesso online e expandir seus negócios.

1. Acesso a um vasto mercado de consumidores

Com uma loja virtual, você terá acesso a um público potencialmente maior do que se a venda fosse limitada a uma área geográfica local.

Publicidade




Você pode vender para consumidores de todo o mundo, aumentando significativamente sua receita e sua base de clientes.

2. Reduzido custo de infraestrutura

Ao configurar sua loja virtual, você não precisa gastar dinheiro ou tempo localizando uma instalação física para exibir sua mercadoria.

Não há necessidade de criar a infraestrutura necessária muitas vezes a assinatura de contratos e locação de propriedades.

3. Baixo custo de manutenção

Se você já tem um negócio de artesanato tradicional, pode estar gastando uma quantidade significativa de tempo e energia na manutenção diária.

Ao transferir o negócio para uma loja virtual, não há necessidade de contratar pessoal específico ou arcar com o custo associado a consertar e manter sua infraestrutura física.

4. Controle de Anúncios e Despesas

A abertura de uma loja virtual permitirá que você tenha um controle total sobre quanto gasta com anúncios e também nos custos de plataformas, como software de gerenciamento de estoque e gateways de pagamento.

5. Simplificação dos processos de gestão

Um dos principais benefícios de possuir uma loja virtual é a facilidade de gerenciamento. Você pode criar uma loja virtual usando alguns dos sistemas prontos ou plataformas de e-commerce on-line que reduzirão sua carga administrativa.

Isso libera-lhe mais tempo para se concentrar nas vendas e promover seu negócio artesanal.

Como montar uma loja virtual para vender artesanato

O assunto cobrirá tópicos essenciais, como escolher a plataforma certa, escolher e cadastrar os produtos, elaborar a estratégia de divulgação, definir preços e muito mais.

Com essas dicas, esperamos ajudar os produtores artesanais a ter sucesso online e expandir seus negócios.

1. Defina o produto a ser ofertado

O primeiro passo para montar uma loja virtual de artesanato é definir os produtos que serão ofertados. Pense nos materiais que serão utilizados, tamanhos, cores, estilos, etc.

Além destes detalhes, faça uma lista que contenha todos os produtos que você deseja oferecer às pessoas.

2. Monetize o seu trabalho

Certifique-se de que o preço que você vai cobrar pelos seus produtos é justo e lucrativo. Desenvolva uma tabela de preços que seja de fácil consulta para os seus clientes.

3. Invista em marketing

Após definir o produto a ser ofertado e o preço que você vai cobrar por ele, é hora de pensar em como gerar tráfego para a sua loja e como tornar seus produtos mais conhecidos.

Utilize as ferramentas de marketing digital disponíveis como e-mail marketing, anúncios pagos, redes sociais, etc., para alcançar um número maior de pessoas interessadas no seu trabalho.

4. Crie um site responsivo

Estruture corretamente o seu site para que se torne responsivo e atraente para os seus clientes. As fotografias devem ser de boa qualidade, destacando o trabalho executado pelo artesão.

As informações sobre produtos e serviços, pagamentos e entregas deverão ser claras e objetivas.

5. Escolha um método de pagamento

Escolha um método de pagamento de acordo com seu perfil e conhecimento de tecnologia. Algumas opções são: cartão de crédito, PayPal, escaneamento de código de barras, transferência bancária, depósito em conta, PagSeguro ou Bcash.

6. Selecione um serviço de entrega:

Escolha um serviço de entrega conforme o seu perfil, preço e faixa de entrega. Alguns bons serviços de entrega são: Fainara Express, Total Express e Correios.

7. Invista em provedores de serviços:

Para evitar transtornos e garantir a qualidade e rapidez dos seus serviços, invista em provedores conhecidos no mercado e que forneçam serviços com segurança. Alguns bons provedores de serviços são: Amazon Web Services, Google Cloud Platform e Azure.

8. Faça análises periódicas

Para acompanhar a performance da sua loja e avaliar os resultados alcançados, faça análises periódicas a partir dos dados coletados.

Estas análises auxiliam você a entender as necessidades dos seus clientes, as estratégias de marketing que estão dando certo e o que pode ser melhorado.

Considerações finais

Montar uma loja virtual para vender artesanato é uma grande oportunidade para artesãs e artesão alcançarem um mercado ainda mais amplo e diversificado.

Porém, ao escolher essa opção é importante considerar alguns pontos.

Além do site proprietário, é necessário se atentar aos equipamentos e softward necessários para a plataforma de vendas, visto que os custos de manutenção dele são significativos e, se não for possível cuidar disso, terceirizar essa parte da operação.

Também não se pode esquecer da estratégia de marketing, que possibilitará que a loja se destaque e ganhe destaque entre a concorrência.

Por fim, é essencial que o proprietário se informe e saiba o que o regulamentos estaduais e federais exigem para o empreendimento – como a emissão de nota fiscal – para que não tenha problemas futuros.

Leia também – O Papel do Google Merchant Center e do Google Drive na Gestão de Imagens

Você está aqui:

Utilizamos cookies para lhe oferecer a melhor experiência em nosso site. Ao continuar a navegar, você confirma que aceita estes termos.